Ligados pela saúde
WhatsApp Icon

Fale connosco
por WhatsApp

939670069

PROTEÇÃO DA PELE E RESPEITO PELOS OCEANOS

PROTEÇÃO DA PELE E RESPEITO PELOS OCEANOS

Sabia que…

Todos os anos, despejamos cerca de 25 000 toneladas de creme solar nos oceanos, ou 1 litro por segundo*. Estima-se que cerca de 10% dos corais do mundo sejam diretamente afetados pelos filtros UV**. Bastam 20 minutos a nadar para que 25% dos componentes de um creme solar sejam libertados na água do mar. 

Oceanos sob ameaça

Os oceanos cobrem dois terços do nosso planeta. São o lar de uma rica fonte de vida e regulam o nosso equilíbrio climático através da sua própria existência. A sobrevivência de muitas populações e espécies depende deles: o ecossistema marinho é constituído por vários microecossistemas que são essenciais para regular o teor de oxigénio e dióxido de carbono da atmosfera que respiramos.

  • Coral: a reserva da biodiversidade marinha. O coral é um ecossistema importante para a reprodução e preservação de muitas espécies marinhas.
  • Fitoplâncton: o “pulmão verde” do planeta. O fitoplâncton é o principal produtor de oxigénio (2/3 do oxigénio que respiramos). Atua como bomba biológica para o CO2 atmosférico, absorvendo uma grande parte das emissões ligadas às atividades humanas e reduzindo o seu impacto no clima.
  • Zooplâncton: o coração da cadeia alimentar. O zooplâncton é o principal consumidor de matéria orgânica nos oceanos e desempenha um papel essencial no funcionamento da cadeia alimentar marinha.

Este frágil ecossistema está agora ameaçado por diversos fatores responsáveis pela extinção de centenas de espécies e pelo esgotamento dos recursos: aquecimento global, subida do nível do mar, sobre-exploração dos recursos, etc. Mas também está ameaçado pela poluição causada pelos cremes solares e os seus filtros, que constituem um perigo por direito próprio para os oceanos.

50% das espécies marinhas são abrigadas por recifes de coral. 500 milhões de pessoas dependem do ecossistema fornecido pelos recifes de coral.

O impacto ecológico dos cremes solares sobre o oceano

Diluídos no mar durante o banho ou dispersos pelo vento nas praias quando são utilizados aerossóis, os componentes tóxicos dos cremes solares acumulam-se na areia e são depositados no fundo do oceano, causando um efeito destrutivo nas algas e nos corais. Este dano é responsável pela extinção de centenas de espécies e por um considerável esgotamento dos recursos. Temos de agir agora coletivamente se quisermos salvar os oceanos.

Como podemos proteger a pele dos raios solares sem ameaçar o ecossistema marinho?

É necessário escolher um protetor solar que minimize o impacto no ambiente:

  • Fórmulas amigas do ambiente concebidas de forma ecológica
  • Filtros solares não tóxicos
  • Fórmulas de impacto zero no coral, fitoplâncton e zooplâncton
  • Filtros solares não solúveis em água. Não podem ser assimilados por organismos marinhos vivos.
  • Fator de proteção e cosmeticidade adequados ao tipo de pele

Para saber se o protetor solar respeita os oceanos, procure o símbolo “Ocean Respect” nas embalagens.

Fontes:

  1. https://www.eau-thermale-avene.pt/a-sua-pele/sol/respeito-pelos-oceanos
    * Green Cross
    ** Estudo da Faculdade de Ciências da Universidade Politécnica de Marche em Itália