Ligados pela saúde
WhatsApp Icon

Fale connosco
por WhatsApp

939670069

O papel da água para garantir a sobrevivência do organismo

A água é um elemento fundamental no transporte e distribuição de vitaminas, minerais, glicose, oxigénio e outros nutrientes para as células. Como o corpo não produz água, ela precisa ser reposta para que o organismo funcione regularmente, processo chamado de hidratação.

O corpo elimina, naturalmente, uma média de 2,6 litros de água por dia. Para repor a água perdida, não basta beber alguns litros. Ao eliminar água, os electrólitos — minerais responsáveis pelo transporte de água para dentro das células —também são eliminados.

Desta forma, é relevante reforçar que a hidratação precisa oferecer uma combinação de água e electrólitos para que seja eficiente. 

Quais são os benefícios da hidratação?

Hidratação para o organismo

Manter o corpo hidratado ajuda nas actividades das células-permitindo a absorção dos nutrientes e oxigénio; na digestão – favorecendo a formação e eliminação das fezes; no funcionamento dos rins- a água auxilia a excretar toxinas e resíduos e na regulação da pressão arterial- a circulação faz-se com maior fluidez, mantendo a frequência cardíaca e pressão arterial reguladas.

Hidratação para o cérebro

O cérebro é formado por 75% de água. Além disso, é uma das partes do corpo que exige mais energia para desempenhar as suas funções. Também compete à água conduzir os nutrientes essenciais ao cérebro.

Os neurónios são muito sensíveis às mudanças e à falta de nutrientes. Diante da falta de água, podem ocorrer dores de cabeça, falta de atenção, confusão mental, entre outros sintomas.

Hidratação para a pele

A desidratação favorece a retenção de líquidos e sódio no corpo. Isso porque estimula a libertação de vasopressina — hormona produzida quando o organismo não está hidratado, o qual induz os rins a “segurarem” a água no corpo e reduzirem a urina. Como resultado, os líquidos ficam concentrados em áreas subcutâneas e formam edemas e imperfeições na pele. Um exemplo que pode ser citado é o aparecimento de celulite. Ainda é comum perceber a pele e a boca ressecadas quando o corpo está com desidratação leve ou moderada.

A falta de água e de electrólitos é capaz de dificultar actividades simples. São sintomas comuns de desidratação: cansaço, fome ou ganho de peso, falhas no sistema circulatório, obstipação, retenção de líquidos, deficit de atenção e memória, mau hálito e baixo desempenho atlético

Como hidratar?

A combinação ideal para manter o corpo hidratado é consumir água rica em eletrólitos e minerais que auxiliam a absorção dos nutrientes pelas células, como cálcio, magnésio, potássio, sódio, manganês, crómio, fósforo e cloro.

A quantidade de água a ser ingerida por dia varia de acordo com as características físicas de cada indivíduo e conforme os factores externos, como a prática de actividade física e as condições climáticas. Normalmente, é indicado o consumo de 2 litros de água por dia. Alguns alimentos também podem ajudar na hidratação, como a melancia, tomate, morango e abacaxi.