Farmácia de Serviço
19 Outubro 2019 Sábado

Notícias

A importância do equilíbrio nos Cuidados de Beleza

São vários os casos em que identificamos que o “exagero” pode prejudicar ao invés de atuar em nosso benefício. O mesmo se aplica aos cuidados de beleza, em que ser mais comedido na sua utilização pode ser mais eficaz.

Alguns exemplos de como “menos pode ser mais”:

Máscara capilar em excesso: as máscaras capilares são soluções concentradas para que possam atuar profunda e rapidamente. Logo, se forem utilizadas com muita frequência, o produto pode acumular nos fios, tornando-os rígidos, opacos e quebradiços. As máscaras capilares devem ser aplicadas apenas da metade dos fios até as pontas, pois é a região mais seca do cabelo, evitando as raízes, já que o excesso do produto nesta área pode provocar o aumento da oleosidade no couro cabeludo, levando a problemas como a dermatite seborreica.

Lavar em excesso (overwashing): o ideal é lavar o rosto de manhã e à noite, não mais do que isso. O excesso de lavagem, mais do que duas por dia, pode alterar a barreira de proteção da pele, levar ao ressecamento e ao aumento da produção de oleosidade. É como uma reação do organismo para compensar – que é entendido como uma agressão.

Esfoliar demais: A frequência com que se deve esfoliar o rosto é um fator que depende de cada tipo de pele, da estação do ano e dos procedimentos e tratamentos que estão a ser utilizados naquele momento. Os intervalos devem ser respeitados para que não irrite a pele e não cause o efeito contrário ao esperado -estimulando a oleosidade, levando a abertura de poros. Em peles secas, o tecido pode ficar avermelhado ou sensível, se houver o uso excessivo do esfoliante, pois ocorre a retirada do manto lipídico natural de proteção e defesa do tecido.

Peles mais secas, sempre com orientação do dermatologista, devem ser esfoliadas uma a duas vezes por semana (em formulações com grânulos finos, de origem natural, associados a substâncias calmantes e hidratantes) e peles levemente acneicas e oleosas podem ser esfoliadas até três vezes por semana e, logo após a esfoliação, utilizar uma loção tônica adstringente com efeito anti-inflamatório e complementar com hidratantes aquosos e serosos.

Usar muitos produtos como rotina: rotinas de beleza que incluem muitos produtos podem causar grandes problemas, como a dificuldade de penetração de um composto e o fecho dos poros. Além disso, ao usar muitos produtos de forma aleatória, pode ocorrer um erro de incompatibilidade química, no qual – além de problemas de pele como dermatite e ressecamento – o cosmético poderá ter um efeito reduzido e anulado.

Ingerir demasiados alimentos considerados saudáveis: Muitos nutrientes exercem um papel fundamental na saúde e beleza da pele. No entanto, quando passamos do limite de uma alimentação equilibrada e abusamos da quantidade até mesmo dos “superfoods“, podemos prejudicar a pele. A ingestão de demasiada vitamina A pode causar perda de cabelo e dos cílios, além de ressecar a pele.

Alimentos ricos em fibras são essenciais para a boa saúde da pele, no entanto especialmente quando consumidos em excesso também podem trazer problemas, já que podem levar à prisão de ventre e desidratação. O próprio suplemento do soro do leite whey protein pode agravar a acne pois estimula a produção de oleosidade.

Procurar o equilíbrio é a chave para a saúde e beleza da sua pele.