Ligados pela saúde
WhatsApp Icon

Fale connosco
por WhatsApp

939670069

COVID-19: Como manter os níveis de energia e motivação?

A pandemia por COVID-19 mudou o nosso dia a dia. O trabalho está diferente. A vida social foi colocada em pausa. O medo, a incerteza e o distanciamento social passaram a fazer parte das conversas diárias.

Todos nos, habituamos a viver com alguma estabilidade e previsibilidade. De repente, o nosso mundo mudou e tivemos de aprender a viver com um novo conjunto de regras e limitações.

A pandemia por COVID-19 exige diariamente um grande capacidade de resiliência e adaptação. Esta exigência dura já há bastantes meses e ainda sem fim à vista.

Este prolongar no tempo leva a níveis mais baixos de motivação, maior letargia, maiores níveis de fadiga e alguma exaustão emocional. Este cansaço parece afetar 60% da população, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

A crise pandémica, associada à crise socioeconómica, gera insegurança, medo e ansiedade, que podem dar a origem a problemas de saúde psicológica (há estimativas que preveem que entre 20% a 30% das pessoas sofra com o impacto psicológico da pandemia).

Apesar da fadiga e da incerteza, devemos manter, dentro do possível, uma rotina diária e procurar realizar atividades que aumentem o bem-estar e façam com que cada um de nós se sinta mais positivo e com energia durante a pandemia.

Tenha em mente algumas estratégias que o podem ajudar:

  • Não desistir e manter as medidas de proteção

Tendo em conta que a pandemia parece estar ainda para durar, importa não desistir e tentar adaptar a rotina diária ao novo modo de vida. Cada um deve fazer a sua parte e ser parte da solução (usar máscara, lavar as mãos e manter o distanciamento físico)

  • Reforçar a esperança

O medo e a fadiga fazem-nos sentir impotentes. Controlar os sentimentos e as emoções numa situação de crise não é tarefa simples, mas é importante manter e reforçar a esperança.

Em tempos mais difíceis há que procurar boas notícias, porque elas também existem, todos os dias. Encontrar boas notícias vai trazer esperança, calma e vai reduzir a ansiedade e os pensamentos negativos .

  • Ter cuidado com demasiada informação

Demasiada informação não é sinónimo de estar bem informado. Acima de tudo, importa consultar fontes de informação oficiais e dosear esse acesso. Pesquisar constantemente sobre este tema, pode aumentar a ansiedade, o medo e a negatividade.

E que tal limitar o tempo gasto a assistir/ouvir/ler notícias sobre a pandemia? Estas estratégias pretendem apenas que seja conhecedor da realidade, enquanto respeita os seus próprios limites emocionais e psicológicos.

  • Manter o foco naquilo que é possível controlar

Apesar de estarmos a atravessar um momento de crise a nível mundial, muitas coisas estão ainda sob o nosso controlo. Coisas simples, que fazem toda a diferença: a nossa rotina diária e noturna; a nossa alimentação, a forma como agimos sob pressão, entre outras coisas.

Foque-se naquilo que está ao seu alcance mudar ou controlar.

  • Manter uma rotina

Em tempos de mudança e incerteza, a rotina é especialmente importante. Seguir uma rotina bem planeada e eficaz permite usar o tempo com sabedoria, ser mais produtivo, sentir maior motivação e mais esperança, não cair na ociosidade e subsequente

  • Manter o autocuidado

Ter rotinas, praticar atividade física, alimentar-se de forma saudável, realizar atividades divertidas e prazerosas, manter contactos sociais à distância, devem ser prioridade e devem ter lugar todos os dias. O sono deve também ser uma prioridade. Importa estabelecer e manter bons hábitos de sono.