Ligados pela saúde
WhatsApp Icon

Fale connosco
por WhatsApp

939670069

Como Tratar a Queda de Pelo nos Animais Domésticos?

A queda de pelo nos animais de estimação pode ocorrer por razões naturais e patológicas. A queda natural ocorre normalmente por envelhecimento do próprio pelo que cai para ser substituído por outro. A queda patológica (alopecia) é a queda anormal do pelo, que pode ocorrer por várias causas, como doenças do próprio pelo ou da pele, doenças nutricionais, alergias, doenças endócrinas, entre outros.

A queda de pelo é um processo natural

A muda de pelo ocorre durante todo o ano sendo mais intensa no final do verão e início da primavera. Esta muda ocorre por necessidade de adaptação da pelagem dos animais às alterações de temperatura, sem que isso seja considerado um problema.

Como Diminuir a Queda de Pelo nos Animais?

Para manter a pelagem do seu animal saudável, deve fornecer um alimento de boa qualidade (rico em ácidos gordos e vitamina E). Para além de acesso constante a água fresca, poderá também optar por uma alimentação mista (húmida e seca), assegurando assim uma hidratação adequada da pele. Pode também adicionar à dieta suplementos alimentares ricos em ácidos gordos, como por exemplo o óleo de salmão ou de coco.

As escovagens regulares de 5 a 10 minutos e os banhos mensais (no caso dos cães) ajudam a remover o pó, a sujidade e o pelo morto, diminuindo assim a sua queda. Deve utilizar champôs de qualidade e adequados ao tipo de pelo. Os gatos não precisam de tomar banho porque fazem limpeza frequente da sua pelagem com a língua, no entanto, a ingestão excessiva de pelo poderá levar à formação de bolas de pelo que podem provocar obstruções do trato gastrointestinal. Para evitar este problema é aconselhável intensificar as escovagens e fornecer pasta de malte.

Os parasitas externos, como pulgas e carraças, causam prurido e fazem com que os animais se cocem, o que leva a que o pêlo fique danificado e acabe por cair em maior quantidade. Aconselha-se por isso a desparasitação externa regular.

A tosquia diminui a queda de pêlo?

Apesar de ser comum os animais serem tosquiados nas épocas da muda do pelo, a tosquia não impede a queda, apenas reduz o comprimento do pelo. Logo, a quantidade de pelos dispersos pela casa é a mesma, mas mais curtos.

Se tosquiar o seu animal no verão, o pelo deverá ficar no mínimo com 2 cm de comprimento de modo a proteger a pele da exposição solar exagerada, diminuindo o risco de queimaduras solares e cancro de pele.

Os cães de raça com pelagem dupla (como o Husky e o Pastor Alemão) não devem ser tosquiados independentemente da altura do ano, uma vez que o sub-pelo tem a função de os proteger contra o frio e o calor.

Queda patológica (alopecia animal)

O que é a Alopecia nos Animais? É a queda patológica de pelo, geralmente associada a uma causa anormal como, por exemplo, stress, doenças de origem nutricional, alérgica, parasitária (ácaros e pulgas) e nas infeções cutâneas bacterianas ou fúngicas. Caso verifique uma queda anormal de pelo, deverá contactar o seu médico veterinário.

Curiosidade

Sabia que existem raças que não perdem pelo tais como, Bichon Maltês, Caniche, Yorkshire Terrier e Cão d’Água Português?

Artigo com colaboração da Dra. Anabela Torres (Médica Veterinária na Clínica do Animal na Bobadela)