Ligados pela saúde
WhatsApp Icon

Fale connosco
por WhatsApp

939670069

Bem-vindo ao Blog D+Vida!

FarmáciasGrupoPraxis-FamíliaNascimento

Este é o Blog D+Vida. Um espaço onde pode ler sobre assuntos relevantes e interessantes na área da saúde, apresentado pela nossa Família Nascimento. Eles são:

O pai Filipe é professor na Universidade. É alto, magro e ruivo. É um desportista nato e
pratica tudo… quando tem tempo. É um devorador de livros e um viajante insaciável. Tem
amigos em todos os cantos do planeta e conhece meio mundo. É muito descontraído e
tem solução para tudo. É o MacGuyver da família.
Incentiva os filhos – Rita e Gonçalo – a mexerem-se. Custa-lhe aceitar as resmunguices
da Rita e as intermináveis trocas de mensagens no telemóvel. Gosta de ver as habilidade
do Gonçalo no skate (a mulher, Teresa, odeia e acha perigoso).
A Teresa está na casa dos quarenta. Trabalha numa multinacional de logística e distribuição
e não tem um horário nada fácil. Ainda bem que existe a avó Helena! Os horários são
apertados, mas a Teresa desdobra-se em mil. Quando vai trabalhar, a sempre elegante
Teresa veste o seu fato (blazer e calças) para responder ao dress code da empresa. Mas
ao fim de semana as calças de ganga são “A” opção. Os sapatos de salto são sempre
obrigatórios. Todos os dias. Como diz Louboutin: quanto mais alto, melhor, afinal os
saltos altos definem uma atitude. Sempre impecável, a Teresa cuida da sua aparência e
preocupa-se com a pele, com o cabelo e com as unhas.
A Rita acaba de entrar na faculdade. De cabelo bem comprido e encaracolado nas pontas,
que às vezes apanha num rabo de cavalo, a Rita usa sempre calças de ganga bem
justas (que alterna com calções no Verão), que personaliza com rasgões em sítios estratégicos. Usa sempre sapatilhas com meias curtas (o tornozelo a ver-se é obrigatório),
t-shirt bem justa e uma sweat, mesmo que chova a potes ou esteja um calor de torrar
ananases. Odeia agasalhos e parece estar imune às estações do ano. Às vezes, a contragosto,
usa saia, porque a mãe Teresa lhe deu cabo do côco. Apesar de irreverente na
forma de vestir, a Rita é boa aluna e fica a estudar até muito tarde. A mãe preocupa-se
com a sua alimentação e com o potencial de cansaço.
O Gonçalo acaba de terminar o 2.º ciclo do ensino básico. Tem muita sorte, porque tem
pouco acne. As borbulhas atacam sempre depois de um pacote de Maltesers ser devorado
enquanto assiste a mais um live do seu Youtuber favorito.
É super-brincalhão (sai ao avô), inventivo e cheio de recursos (também sai ao pai). Para o Gonçalo, ‘tá-se sempre bem. É bom aluno mas não tem tempo para ser aplicado. Tem mais
que fazer. Do que gosta mais é de andar de bicicleta e skate. Um acrobata do trambolhão,
diz a mãe. O cabelo é indisciplinado e usa uma franja que lhe tapa os olhos. Come
com prazer, mas engole rápido, porque “combinou uma coisa com o Pedro e com o Afonso”, os seus melhores amigos. É quase hiper-activo.
Anda sempre de calças largas ou bermudas. Ténis são obrigatórios. Às vezes usa boné,
mas só quando “a avó melga que se farta por causa disso”. Gosta de estar com o pai, a
fazer coisas.
O avô Rui está perto dos 70. Reformado, sai todos os dia de manhã para ir buscar os
jornais e medir a tensão. A medição da tensão é um pretexto para dois dedos de conversa
com a equipa da Farmácia. O avô Rui usa óculos e está um pouco gordito. Gosta muito do seu lacinho e não dispensa os suspensórios. Gosta de jogar Scrabble com os netos ao fim-de-semana. Faz sempre batota e inventa palavras que lhe permitem ganhar cada vez que a família se reúne para jogar. É um bem disposto.
A avó Helena está sempre atarefada. Tem 60 e alguns anos e adora cozinhar. Descomplica
na cozinha e inventa pratos com que toda a família se delicia. Faz hidroginástica para
se manter em forma. Usa óculos apenas em casa, porque é um tanto coquete. Às vezes
tropeça na rua, porque dispensa os óculos. Veste-se de forma clássica, mas é uma jovem
irreverente no espírito. Incentiva a criatividade da família e é bem capaz de aceitar
um desafio aventuroso. Até tem um blog de culinária que a neta ajudou a criar.
O Armani — um buldogue francês — por muitas asneiras que faça lá em casa, nunca
perde a compostura. É um brincalhão mimado. Rouba as peúgas do cesto da roupa e
quando a Mãe começa a ralhar ele assume aquele ar de diva da moda. Adora os miúdos
e tem muito respeitinho ao pai.

São eles que, na primeira pessoa, lhe vão falar acerca dos seus temas favoritos e que mais se adequam à sua idade. Esperemos que desfrute dos nossos artigos e que possa manter-se informado junto de nós!

A sua saúde é o nosso compromisso!